Download Livros e eBooks

Hundertwasser, Friedensreich

Manifesto do Mofo contra o Racionalismo em Arquitetura

Peter Schmoni, Sem título, c.1971-72

O indivíduo que deseja construir não deveria estar submisso a nenhuma inibição. Todos deveriam ser capazes e obrigados a edificar para que sejam verdadeiramente responsáveis pelas quatro paredes e o interior nos quais vivem. Devemos aceitar o risco de que uma louca estrutura dessa natureza possa mais tarde desabar, e nós não devemos em nenhum caso recuar diante do perigo de morte que essa nova maneira de construir poderia acarretar. Deve-se pôr um ponto final na situação atual onde as pessoas se instalam em seus alojamentos como coelhos em seu viveiro. Se uma dessas estruturas selvagens construídas por esses habitantes fosse desabar, antes disso ela começaria primeiro a rachar, o que permitiria que eles se salvassem a tempo.Daí em diante, o habitante será mais crítico e mais criativo diante dos alojamentos que ele ocupa e reforçaria as paredes com suas próprias mãos, se estas lhe parecessem muito frágeis. A impossibilidade da habitação material das favelas é preferível à impossibilidade da habitação moral da arquitetura funcional e utilitária. No que nos acostumamos a chamar de favelas, só o corpo do homem arrisca-se a perecer, enquanto que na arquitetura institucionalmente planejada pelo homem também perde-se a alma.

Friedensreich Hundertwasser

Autor: Friedensreich Hundertwasser

Publicação original: 1958

Editora: Taschen

Idioma: Português

Link para download:

http://www.4shared.com/document/VaEWOGye/Hundertwasser_-_Manifesto_do_M.html