Download Livros e eBooks

A imanência: uma vida…

Morte e Vida, Gustav Klimt, c.1961

Morte e Vida, Gustav Klimt, c.1961

O que é um campo transcendental? Ele se distingue da experiência, na medida em quenão remete a um objeto nem pertence a um sujeito (representação empírica). Ele seapresenta, pois, como pura corrente de consciência a-subjetiva, consciência pré-reflexivaimpessoal, duração qualitativa da consciência sem um eu. Pode parecer curioso que otranscendental se defina por tais dados imediatos: falaremos de empirismotranscendental, em oposição a tudo que compõe o mundo do sujeito e do objeto. Háqualquer coisa de selvagem e de potente num tal empirismo transcendental. Não setrata, obviamente, do elemento da sensação (empirismo simples), pois a sensação não émais que um corte na corrente da consciência absoluta. Trata-se, antes, por maispróximas que sejam duas sensações, da passagem de uma à outra como devir, comoaumento ou diminuição de potência (quantidade virtual). Será necessário, comoconseqüência, definir o campo transcendental pela pura consciência imediata sem objetonem eu, enquanto movimento que não começa nem termina? (Até mesmo a concepçãospinozista dessa passagem ou da quantidade de potência faz apelo à consciência)…

Gilles Deleuze

Publicado originalmente em P hilosop hie, nº 47, 1995: 3-7

Idioma: Português

Link para Download:

http://www.4shared.com/account/document/Wa9_sIbK/Deleuze_-_A_imanncia_uma_vida.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s