Download Livros e eBooks

Foucault

Gilles Deleuze e Michel Foucault se encontraram em 1963. Em 1969, Deleuze substituiria Foucault na Universidade de Vincennes – Paris. Uma profunda amizade, acompanhada de um grande respeito, ligaria os dois homens, sempre atentos um ao trabalho do outro, onde sabiam encontrar a retomada de seu próprio pensamento. Em novembro de 1970, Michel Foucault faria na revista Critique, a análise de Diferença e Repetição e Lógica do Sentido: “É preciso falar – escreveu Foucault – de dois livros que me parecem grandes entre os grandes. Tão grandes sem dúvida que é difícil de falar e pouco se fala. Por muito tempo, creio, esta obra pairá sobre nossas cabeças, em ressonância enigmática com aquela de Klossowki, outro signo maior e excessivo. Mas um dia, pode ser, o século será deleuzeano”. E, em uma nota de Vigiar e Punir, Michel Foucault escreveu: “De todo modo, eu não saberia medir por referências ou citações o que este livro deve a Gilles Deleuze e ao trabalho que ele fez com Félix Guattari”. Na revista Critique ainda local privilegiado do seu diálogo, Deleuze faria a análise da Arqueologia do Saber. “Um novo arquivista” – e de Vigiar e Punir – “Escritor não, um novo cartógrafo”.

A proximidade entre Gilles Deleuze e Michel Foucault era também política: após maio de 68, Deleuze reuniu-se ao Grupo de Informações sobre as Prisões (G.I.P.) dirigido principalmente por Foucault. E numerosas fotos os surpreenderam juntos nas manifestações dos intelectuais contra abusos policiais e judiciários.

Momento Privilegiado desta convivência: a entrevista publicada em 1972, no número de L’ARC consagrada à Deleuze, onde os dois filósofos, cada um no seu próprio estilo, analisam a transformação das relações teórico-prática características da nova conjuntura política. Este diálogo necessário deveria prosseguir para além da morte de Foucault (1984). Deleuze lhe consagrou seu penúltimo curso e publicou, 1986, o livro maior sobre Foucault: é – segundo o próprio Deleuze – o livro que teria adorado escrever com ele”.

François Ewald

Autor: Gilles Deleuze

Publicação original: 1986

Edição: Brasiliense

Idioma: Português

Link para download:

http://www.4shared.com/document/fQbD1vpv/Deleuze_-_Foucault.html

Edição: Minuit

Idioma: Francês

Link para download:

http://www.4shared.com/document/6Q6EWLIw/Deleuze_-_Foucault__Francs_.html

Idioma: Inglês

Link para download:

http://www.4shared.com/document/7kNhaXSk/Deleuz_-_Foucault__Ingls_.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s